Argentina aprova uso medicinal da maconha

Projeto foi aprovado pelo Congresso e segue para sanção de Macri

Argentina aprova uso medicinal da maconha
Argentina aprova uso medicinal da maconha (foto: ANSA)
08:53, 30 MarSÃO PAULO ZAR

(ANSA) - O Senado da Argentina legalizou nesta quarta-feira, dia 29, por unanimidade, o uso medicinal da maconha no país. Por 58 votos a favor e nenhum contra, a notícia foi comemorada por senadores e por um grupo de mães cujos filhos doentes precisam da cannabis como tratamento.

O projeto de lei permite que o óleo da cannabis possa ser importado para pacientes que tiverem indicação e prescrição médica, mas não para o uso pessoal e recreativo, o que foi criticado por alguns ativistas.

Além disso, segundo a imprensa argentina, a medida permitirá que seja criada uma regulação para a pesquisa médica sobre a planta, seu óleo e todas as suas propriedades positivas para tratar condições graves como convulsões e epilepsia.

Com isso, a cannabis poderá ser produzida em órgãos Estatais com fins de pesquisas científicas. Mesmo assim, o projeto de lei não permite que a planta seja cultivada para uso pessoal.

A medida já tinha sido aprovada pela Câmara de Deputados no último mês de novembro e agora só necessita ser sancionada pelo presidente do país, Mauricio Macri. Agora, o país se junta a outros latinos, como Uruguai, Chile e Colômbia, que já legalizaram a maconha para uso medicinal. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA