Chapa de Kirchner derrota Macri em primárias na Argentina

Oposição pode vencer no primeiro turno eleições presidenciais

Chapa de Kirchner derrota Macri em primárias na Argentina
Chapa de Kirchner derrota Macri em primárias na Argentina (foto: EPA)
09:18, 12 AgoBUENOS AIRES ZBF

(ANSA) - O atual presidente da Argentina, Mauricio Macri, foi derrotado nas eleições primárias obrigatórias, realizadas neste domingo (11), e viu a oposição peronista ressurgir no país.

Alberto Fernández, que integra o movimento político Frente de Todos, cuja candidata a vice-presidente é Cristina Kirchner, saiu vitorioso das Primárias Abertas, Simultâneas e Obrigatórias (Paso), com 48,8% do votos. Já Macri, da coalizão Juntos pela Mudança, ficou com 33%. Na terceira posição vem o ex-ministro Roberto Lavagna, do Consenso Federal, com 8,41%.
   

"Tivemos uma eleição ruim e isso nos obriga, a partir de amanhã, a redobrar os esforços para que em outubro consigamos o apoio necessário para continuar com a mudança", reconheceu Macri, em um breve pronunciamento, encarando a possibilidade real de não se reeleger.

A Argentina realizará eleições oficiais à Presidência no dia 27 de outubro. Analistas locais ressaltaram que, caso o resultado das primárias de domingo se repita no pleito de outubro, a oposição pode conquistar a Casa Rosada no primeiro turno. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA