Fitch reduz nota da dívida da Argentina para 'CCC'

Agência citou 'incertezas políticas' após as primárias

Fitch reduz nota da dívida da Argentina para 'CCC' (foto: ANSA)
19:25, 16 AgoNOVA YORK ZCC

(ANSA) - A agência de classificação de risco Fitch reduziu nesta sexta-feira (16) a nota da dívida da Argentina de "B" para "CCC", citando as "elevadas incertezas políticas depois das primárias presidenciais", as quais o presidente Mauricio Macri saiu derrotado.

"A redução da nota da Argentina reflete a elevada incerteza política após as eleições primárias de 11 de agosto, um rigoroso aperto das condições de financiamento e uma esperada deterioração do contexto macroeconômico que aumenta a possibilidade de uma moratória ou de uma reestruturação" do débito, diz a agência em nota.

No comunicado, a Fitch ainda ressalta que o resultado da votação "gerou um colapso nos mercados, incluindo uma enorme depreciação do peso argentino e a disparada dos spreads de títulos públicos".

Para a agência, todos "esses evento adversos podem afetar a liquidez soberana no curto prazo e aumentar os riscos de sustentabilidade da dívida". A nova classificação aponta um risco maior de calote.

A Fitch ainda elevou de 1,7% para 2,5% a projeção de contração da economia da Argentina neste ano. Além disso, foi previsto uma estagnação para 2020.

No último domingo (11), Macri ficou 15 pontos percentuais atrás da chapa representada pelo opositor Alberto Fernández e pela ex-presidente Cristina Kirchner. O resultado foi recebido de forma negativa provocando um caos nos mercados. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en