Agentes penitenciários invadem sessão sobre reforma da Previdência

Grupo quer ser incluído naqueles que poderão se aposentar antes

Grupo de agentes penitenciários invadiu reunião da Comissão da Reforma da Previdência
Grupo de agentes penitenciários invadiu reunião da Comissão da Reforma da Previdência (foto: Reprodução/Twitter)
09:45, 04 MaiSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - Um grupo de dezenas de agentes penitenciários invadiu a sessão da Comissão da Reforma da Previdência no fim da noite desta quarta-feira (3) para reivindicar a inclusão da categoria entre aqueles que terão uma aposentadoria "especial".

A invasão ocorreu após a aprovação do texto-base da reforma, que prevê um aumento para a aposentadoria para 65 anos, enquanto os deputados debatiam alguns dos destaques do projeto.

O problema para os agentes foi que, anteriormente, o relator da reforma, deputado Arthur Maia (PPS) retirou do texto a categoria das aposentadorias especiais, quando os trabalhadores poderão se aposentar aos 55 anos. A emenda que beneficiava os agentes havia sido incluída após pressão de deputados e diversos protestos dos trabalhadores.

Para conter os invasores, a polícia legislativa usou gás de pimenta, o que causou uma fuga dos parlamentares que estavam no local para votar as medidas por volta das 22h45. Quando a situação se acalmou, o presidente da Comissão, deputado Carlos Marun (PMDB) decidiu suspender a sessão.

A próxima rodada de debates estava marcada para a próxima terça-feira (9), mas hoje (4) os deputados da base governista devem definir se adiantarão a sessão ou se mantém a agenda. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA