Massacre de índios na Amazônia é alvo de investigação

Área investigada fica perto dos rios Jandiatuba e Jutaí

Massacre de índios na Amazônia é alvo de investigação
Massacre de índios na Amazônia é alvo de investigação (foto: ANSA)
14:09, 13 SetSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - Atendendo a um pedido da Fundação Nacional do Índio (Funai), o Ministério Público Federal do Amazonas (MPF - AM) abiru uma investigação para apurar um suposto massacre de índios que vivem isolados na Terra Indígena Vale do Javari, no interior do Estado.
   

Conhecidos como "Flecheiros", os índios teriam sido assassinados em agosto por garimpeiros que exploram ilegalmente a área, localizada nas proximidades dos rios Jandiatuba e Jutaí, perto da fronteira com o Peru.
   

"Servidores da Funai fizeram o primeiro levantamento e entenderam ser necessário apresentar a denúncia", diz um comunicado do órgão reforçando que a apuração está sendo conduzida pelo procurador da República, Pablo Luz de Beltrand.
   

"Instauramos um procedimento para apurar o caso e há diligências em curso, mas não é possível dar detalhes para não prejudicar a investigação", afirma o texto.
   

Segundo a Funai, alguns garimpeiros foram vistos no município de São Paulo de Olivença, no Oeste do Amazonas, falando sobre o suposto ataque. Além disso, foi informado que algumas pessoas foram presas e conduzidas a Tabatinga, no interior do Amazonas, para prestar depoimento sobre o caso.
   

"Eles não confirmaram as mortes e, até o presente momento, nenhuma prova material foi encontrada que comprove o suposto massacre, não sendo possível, portanto, confirmar a veracidade das mortes", diz a Funai.
   

De acordo com a ONG Survival International, "mais de 10" índios foram assassinados, entre mulheres e crianças. A entidade disse ainda ter tido acesso a informações colhidas por funcionários da Funai na região, as quais apontam que até "um quinto" da tribo pode ter sido dizimada pelo massacre. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA