Minas Gerais chega ao quarto dia de ataques a ônibus

Segundo governador, atos são represália a sistema penitenciário

Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel
Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (foto: Ansa)
16:55, 06 JunSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O estado de Minas Gerais contabiliza mais de 60 ataques a ônibus em cerca de 30 cidades desde o último domingo (3).

De acordo com o governador Fernando Pimentel, os atentados são realizados por "facções criminosas", como represália ao fato de que o estado possui "um dos sistemas penitenciários mais rigorosos do país".

Pimentel também falou que as investigações correm sob sigilo e que a vigilância está sendo feita nos ônibus.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Helbert Figueiró, os agentes já estão coletando dados junto às pessoas que foram presas, na tentativa de se chegar "às organizações criminosas" responsáveis pelos ataques. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA