PF prende suposto ex-integrante da Cosa Nostra

Brasileiro criado na Itália seria receptor de drogas em Salvador

PF prende suposto ex-integrante da Cosa Nostra
PF prende suposto ex-integrante da Cosa Nostra (foto: EPA)
11:20, 04 DezSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira (4) um brasileiro criado na Itália suspeito de ser ex-integrante da Cosa Nostra, a máfia siciliana.

Segundo o portal "G1", o suspeito, que não teve sua identidade divulgada, foi detido no âmbito de uma operação para desarticular uma quadrilha de tráfico internacional de drogas atuante na região metropolitana de Salvador.

A ação foi batizada pela PF de "Operação Sicília" e cumpre 17 mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão. Segundo a Polícia Federal, o brasileiro foi parceiro de Tommaso Buscetta (1928-2000), célebre delator da Cosa Nostra, e era responsável por receber e testar amostras de drogas que seriam enviadas à Europa.

Ainda de acordo com o G1, os principais fornecedores dos entorpecentes eram do PCC. O brasileiro teria construído um patrimônio superior a R$ 5 milhões, decorrente de atividades ilícitas.

A prisão acontece no mesmo dia em que a polícia italiana capturou Settimino Mineo, 80 anos, tido como o novo líder da Cosa Nostra após a morte de Salvatore "Totò" Riina, em novembro de 2017. Além disso, as autoridades do país europeu desmantelaram a "cúpula" da máfia siciliana, que voltara a se reunir depois de anos de inatividade. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA