Itália envia condolências ao Brasil por Brumadinho

Rompimento de barragem deixou ao menos 37 mortos em Minas Gerais

Rompimento de barragem deixou ao menos 37 mortos em Minas Gerais
Rompimento de barragem deixou ao menos 37 mortos em Minas Gerais (foto: ANSA)
11:19, 27 JanSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Itália, Enzo Moavero, enviou uma carta ao governo brasileiro lamentando a tragédia em Brumadinho, Minas Gerais.

"Gostaria de expressar, em nome do governo italiano, e também a título pessoal, as mais sinceras condolências pela trágica perda de vidas humanas causada pelas devastações decorrentes do desastroso colapso da barragem de Brumadinho, próximo a Belo Horizonte", disse o chanceler.

"Nossos pensamentos comovidos são para as vítimas desta imensa tragédia, aos feridos e suas famílias. Interpretando os sentimentos de solidariedade e simpatia não apenas do governo, mas também de todos os italianos, desejo expressar a proximidade da Itália ao Brasil neste momento de dor", ressaltou.

A carta foi enviada ao ministro brasileiro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e divulgada neste domingo (27). O acidente em Brumadinho ocorreu na sexta-feira (25), quando uma barragem de contenção de rejeitos minerais da companhia Vale rompeu na Mina Córrego do Feijão. Até o momento, foram confirmadas 37 mortes, 256 pessoas desaparecidas e 192 resgatadas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA