Após ordem de Toffoli, Petrobras abastece navios do Irã

Estatal temia prejuízos por causa de sanções dos EUA

Sede da Petrobras, no Rio de Janeiro
Sede da Petrobras, no Rio de Janeiro (foto: EPA)
15:28, 27 JulSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - Os dois navios iranianos que estavam parados no Porto de Paranaguá, no Paraná, foram reabastecidos neste sábado (27) para zarpar.

Os cargueiros estavam atracados havia quase 50 dias porque a Petrobras se negava a abastecê-los por conta das sanções dos Estados Unidos contra o Irã.

Com isso, eles ficaram impedidos de retornar a seu país de origem. Na última quarta-feira (24), no entanto, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, determinou que a Petrobras abastecesse as embarcações.

Segundo a empresa pública de administração do porto, o navio MV Bavand seguirá para o Porto de Bandar Imam Khomeini (IRBIK), no Irã. Já o MV Termeh irá para o Porto de Imbituba, Santa Catarina. (ANSA)

Fonte: Agência Brasil

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA