Bolsonaro anuncia isenção de visto para chineses

A medida ainda não tem data para entrar em vigor

Bolsonaro anuncia isenção de visto para chineses (foto: EPA)
10:52, 25 OutSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - O presidente Jair Bolsonaro disse ontem (24), durante sua viagem à China, que o governo vai isentar os pedidos de visto para a entrada de chineses no Brasil.

Ainda não há uma data definida para a entrada em vigor da medida, e o governo não disse se vai haver reciprocidade do procedimento para os brasileiros que queiram viajar para a China.

Atualmente, 60 mil chineses visitam o Brasil por ano. O foco da isenção será lazer e negócios. De acordo com a Embratur, a China é o país com maior número de turistas viajando pelo mundo, com cerca de 141 milhões de chineses viajando ao exterior anualmente. A estimativa é de que, em 2030, sejam mais de 300 milhões de chineses viajando anualmente.

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, disse que a medida vai expandir o número de chineses que visitam o Brasil.

"É um passo importantíssimo para o nosso projeto de expandir o número de turistas estrangeiros que visitam o Brasil. Vimos o sucesso que a isenção teve em outros países como os Estados Unidos, por exemplo."

A isenção de visto para a entrada de estrangeiros no país já vale para cidadãos dos Estados Unidos, Austrália, Japão e Canadá, sem a reciprocidade, o que faz com que os brasileiros tenham que ter visto para entrar nesses países.

De acordo com o governo, dados preliminares apontam o crescimento da entrada de turistas americanos, canadenses e australianos em 25%.
    Fonte: Agência Brasil (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA