Brasil registra mais de mil mortes diárias pela 1ª vez

Ao todo, país tem 17.971 óbitos pelo novo coronavírus

Sepultamento de vítima da Covid-19 no cemitério Vila Formosa
Sepultamento de vítima da Covid-19 no cemitério Vila Formosa (foto: EPA)
20:14, 19 MaiSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - Pela primeira vez desde o início da pandemia, o Brasil ultrapassou a marca de mil mortes pelo novo coronavírus em um dia. Segundo o Ministério da Saúde, foram registrados 1.179 óbitos nas últimas 24 horas, elevando o número total a 17.971.

Com isso, a nação se torna o quinto país em todo o mundo a atingir mais de mil mortes diárias, depois dos Estados Unidos, França, Reino Unido e China. Itália e Espanha, que estão entre os mais afetados pela doença no mundo, chegaram a registrar, respectivamente, 971 e 950 óbitos em apenas um dia.

O recorde anterior no Brasil havia ocorrido na última terça-feira (12), quando 881 novas mortes foram confirmadas.

O novo balanço ainda informa que existem 271.628 pessoas infectadas com a Covid-19, sendo que, entre ontem e hoje, foram contabilizados mais 17.408 novos casos da doença.

Atualmente, o Brasil tem vivido uma fase de aceleração na quantidade de vítimas e contágios, enquanto a maioria dos outros países afetados pelo novo coronavírus apresentam um arrefecimento da pandemia.

Segundo o governo, há 146.863 pacientes em acompanhamento médico (54,1% do total) e 106.794 recuperados (39,3%).

Conforme dados da Universidade Johns Hopkins, o Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking de países com maior número de pessoas contaminadas, atrás apenas dos EUA (1.524.107) e Rússia (299.941). (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA