Primeira vacinada contra Covid-19 no Brasil recebe 2ª dose

Mônica Calazans recebeu CoronaVac no dia 17 de janeiro

Mônica Calazans recebeu CoronaVac no dia 17 de janeiro
Mônica Calazans recebeu CoronaVac no dia 17 de janeiro (foto: EPA)
15:55, 12 FevSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - A enfermeira Mônica Calazans, primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 no Brasil, recebeu a segunda dose da vacina CoronaVac nesta sexta-feira (12).

O estado de São Paulo iniciou nessa semana a aplicação da 2ª dose do imunizante anti-Covid desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

A vacina foi aplicada durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, que contou com a presença do governador paulista, João Doria.

No evento, Mônica revelou ter sofrido diversos ataques virtuais após se tornar a primeira brasileira a ser vacinada e fez um apelo por respeito.

"Quero deixar claro que não sou atriz, sou enfermeira. Eu não estou atuando. No momento com tantas mortes não existe atuação teatral, é uma realidade que todos nós estamos vivendo", afirmou.

Além de Mônica, o coordenador da Pastoral do Povo da Rua, o padre Júlio Lacellotti, também participou da cerimônia e mostrou o seu comprovante de vacinação.

Moradora de Itaquera, na zona leste da capital paulista, Mônica faz parte do grupo de risco para a Covid-19. Ela atua na linha de frente do combate à pandemia no Instituto de Infectologia Emílio Ribas.

A profissional, que participou da terceira fase dos testes clínicos, foi vacinada pela primeira vez no dia 17 de janeiro, logo depois da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o uso emergencial do imunizante.

Já o Programa Nacional de Imunização só começou no dia 18 de janeiro, após a China importar 6 milhões de doses da vacina e os lotes serem distribuídos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA