Ministério da Defesa anuncia substituição dos chefes das Forças Armadas

Saída vem com reformulação do governo Bolsonaro

Mudanças nas Forças Armadas ocorrem na sequência de reforma ministerial
Mudanças nas Forças Armadas ocorrem na sequência de reforma ministerial (foto: ANSA)
13:10, 30 MarSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - O Ministério da Defesa anunciou nesta terça-feira (30) que os chefes da Marinha, almirante Ilques Barbosa Junior, do Exército, general Edson Pujol, e da Aeronáutica, tenente Antonio Carlos Bermudez, serão substituídos.

"O Ministério da Defesa (MD) informa que os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica serão substituídos. A decisão foi comunicada em reunião realizada nesta terça-feira (30), com presença do Ministro da Defesa nomeado, Braga Netto, do ex-ministro, Fernando Azevedo, e dos Comandantes das Forças", publicou o órgão em curta nota.

As mudanças vem na esteira da pequena reforma ministerial realizada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (29) e que teve a alteração no próprio Ministério da Defesa, com a saída do general Fernando Azevedo e Silva para a entrada de Braga Netto.

Desde a noite de ontem, a mídia brasileira vinha publicando que os três chefes das Forças Armadas deveriam entregar seus cargos ainda nesta terça-feira. Os três, inclusive, estavam reunidos em Brasília durante toda a manhã.

Analistas apontam que as mudanças são uma forma de Bolsonaro tentar uma "aproximação e um controle maior" das Forças Armadas.

Até mesmo em seu texto de saída, Azevedo e Silva publicou que sempre buscou preservar a instituição como "instituições de Estado" e não de governo. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA