OMS enviará 1 milhão de vacinas contra cólera ao Haiti

Passagem do furacão Matthew aumentou risco de contaminação

Paciente com cólera recebe atendimento no Haiti
Paciente com cólera recebe atendimento no Haiti (foto: EPA)
20:23, 11 OutLES CAYES ZLR

(ANSA) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta terça-feira (11) o envio de 1 milhão de doses de vacina contra a cólera ao Haiti para evitar o agravamento da epidemia da doença no país, devastado pelo furacão Matthew.

 

Segundo o médico Dominique Legros, líder da equipe da OMS dedicada a essa patologia, também está entre as prioridades da entidade a garantia de água potável e tratamento para os afetados pela doença.

 

Além disso, a enviada especial das Nações Unidas (ONU) para o Haiti, Sandra Honoré, foi ao Conselho de Segurança, em Nova York, e afirmou que o impacto do furacão na saúde dos haitianos não pode ser "subestimado".

 

A já frágil rede de saneamento básico e abastecimento do país foi duramente castigada por Matthew, resultando em escassez de água potável e elevadas taxas de infecção por doenças diarreicas. "Incluindo - mas não exclusivamente - cólera", acrescentou Honoré.

 

De acordo com ela, centenas de casos suspeitos foram reportados, e já ocorreram as primeiras mortes por cólera após a passagem do furacão. O Haiti enfrenta uma epidemia da doença desde outubro de 2010, contabilizando até o momento cerca de 800 mil casos e mais de 9 mil vítimas fatais. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA