Brasil envia última tropa para missão de paz no Haiti

Minustah deve deixar o país caribenho até 15 de outubro

Militares brasileiros embarcam para missão no Haiti
Militares brasileiros embarcam para missão no Haiti (foto: Tereza Sobreira/Ministério da Defesa)
16:29, 02 JunSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - A Força Aérea Brasileira (FAB) enviou na quinta-feira (1º) o último contingente de soldados para a missão das Nações Unidas (ONU) no Haiti, a Minustah, que opera há mais de 13 anos.

A tropa é composta por 970 militares, que substituirão aqueles que estão no país caribenho há seis meses e retornarão ao Brasil neste fim de semana. O prazo final para a retirada da Minustah é 15 de outubro de 2017, quando se encerrará um período de 13 anos e meio da missão da ONU no Haiti.

A força de paz foi criada em 30 de abril de 2004 e tinha como objetivo restaurar a ordem após a deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide. O mandato da missão foi prorrogado em outubro de 2010, ano do terremoto que devastou boa parte do país e deixou entre 100 mil e 300 mil mortos.

O comando militar da Minustah foi exercido sobretudo por brasileiros, como o general Ajax Porto Pinheiro, que lidera a missão desde 2015. Até aqui, mais de 35 mil militares do Brasil já passaram pela força de paz.

O último contingente deve iniciar seu retorno em 31 de agosto, encerrando a retirada em 15 de outubro. Segundo o ministro da Defesa, Raul Jungmann, a próxima missão de paz do país deve ser na África, possivelmente na República Centro-Africana. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA