Papa estuda ir a El Salvador para santificar Óscar Romero

Monsenhor salvadorenho foi assassinado durante missa em 1980

Procissão em San Salvador lembra os 37 anos do assassinato de Óscar Romero
Procissão em San Salvador lembra os 37 anos do assassinato de Óscar Romero (foto: ANSA)
14:58, 14 AgoCIDADE DO VATICANO ZLR

(ANSA) - O papa Francisco confirmou sua intenção de viajar a El Salvador para assistir à possível canonização do monsenhor Óscar Arnulfo Romero, arcebispo assassinado em 1980 por esquadrões da morte no país latino.

O anúncio foi feito por Gregorio Rosa Chávez, o primeiro cardeal da história de El Salvador, em sua página no Facebook. "Papa Francisco me confirmou esta noite sua intenção de vir ao país para a possível santificação de nosso beato. Darei mais informações nos próximos dias", disse.

Em seu período como arcebispo de San Salvador, Romero se destacou pela firme defesa da não-violência e por condenar violações dos direitos humanos por parte do governo militar que ficara no poder até 1979.

Por conta disso, acabou entrando na mira de esquadrões da morte, que o assassinaram durante uma missa na capela de um hospital da capital salvadorenha.

O mandante do crime foi Roberto D'Aubuisson, na época líder da Aliança Nacional Republicana (Arena), partido de extrema direita que governou o país durante mais de 20 anos depois da queda do regime militar.

O processo de beatificação do monsenhor como mártir estava parado havia anos, mas foi acelerado por pressão de Francisco. Romero também era adepto da Teologia da Libertação, corrente que não é aceita pela Igreja Católica.

Ainda não se sabe quando será sua canonização, que precisa ser confirmada pela Congregação para as Causas dos Santos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA