Migrantes hondurenhos rompem barreiras com México

Deslocamento de caravana rumo aos EUA provocou fúria de Trump

Migrantes hondurenhos rompem barreiras com México (foto: EPA)
20:01, 19 OutCIDADE DO MÉXICO ZCC

(ANSA) - Apesar das advertências de Donald Trump, milhares de migrantes de Honduras e de outros países latino-americanos romperam os portões e começaram a entrar no território mexicano, a partir da cidade de Tecún Umán, na Guatemala, para seguir viagem aos Estados Unidos.

O grupo integra uma caravana com mais de duas mil pessoas, entre elas há também cidadãos de El Salvador e da Guatemala, que deixaram Honduras a pé, informou a TV Milenio.
   

Os migrantes cruzaram à força o cerco policial, composto de mais de 100 homens.
   

Os hondurenhos chegaram em grupos à cidade de fronteira depois do início da caravana, no sábado (13), em San Pedro Sula, região norte de Honduras.
   

O deslocamento provocou a fúria de Trump, que chegou a ameaçar os governos da Guatemala, El Salvador e Honduras com a interrupção da ajuda econômica se não impedissem a caravana.
   

Em visita a América Latina, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, também pediu ao presidente do México, Enrique Peña Nieto, para "interromper esse fluxo antes que ele chegue à fronteira com os Estados Unidos".
   

O chanceler mexicano, Luis Videgaray, por sua vez, participou de uma reunião com o secretário-geral da ONU, António Guterres, e afirmou ter recebido seu apoio para que o Alto Comissariado das Nações para os Refugiados (ACNUR) ajude a processar os pedidos de refúgio dos migrantes. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA