Piñera gera polêmica ao fazer comentário sobre trans no Chile

'Transgêneros são corrigíveis', disse o candidato à presidência

Piñera gera polêmica ao fazer comentário sobre trans no Chile (foto: ANSA)
15:11, 08 DezSANTIAGO DO CHILE ZCC

(ANSA) - O ex-presidente do Chile e atual candidato nas eleições, Sebastián Piñera, disse nesta quinta-feira (7) durante um debate presidencial que muitos dos casos de crianças transgêneros "são corrigidos com a idade".
   

"Muitos casos desses transgêneros são corrigidos com a idade, portanto, temos de agir, devemos respeitá-los e cuidar deles", disse o ex-presidente no debate de rádio organizado pela Associação de Radiodifusores do Chile (Archi), no qual também participou o candidato da coalizão de centro-esquerda, o jornalista Alejandro Guillier.
   

Em uma das suas declarações, Piñera, que representa a coalizão de centro-direita, falou sobre as medidas que ele implementaria no que diz respeito à situação das crianças transgêneros."Não podemos fingir que o gênero é algo que é absolutamente mutável todos os dias, apenas a vontade das pessoas", acrescentou.
   

A posição do candidato presidencial causou polêmica e foi extremamente criticada, principalmente pelo Movimento de Libertação Homossexual (Movilh). "A identidade de gênero não é corrigida, não há estudo científico que respalda as declarações ofensivas do candidato, falar sobre corrigir a identidade das crianças é desumano, mais respeito", escreveu a organização no Twitter.
   

Por sua vez, Guillier também rebateu as declarações de Piñera em sua conta na rede social. " "As pessoas transexuais não estão doentes ou têm defeitos que são 'corrigidas' ao longo do tempo, são pessoas que exigem igualdade de direitos, uma sociedade que os respeita e um Estado que facilita uma vida digna", afirmou.
   

O segundo turno da eleição presidencial entre Piñera e Guillier acontece no Chile, no dia 17 de dezembro. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA