Mulher morre de infarto após missa do Papa no Chile

Segundo mídia local, ela não resistiu à caminhada após evento

10:43, 18 JanSANTIAGO ZGT
(ANSA) - Um mulher de 47 anos, identificada como Paulina Aranguiz Guzman, morreu na tarde desta quarta-feira (17) após participar da missa com o papa Francisco no aeroporto de Manquehue, em Temuco, no Chile.
    De acordo com a mídia local, o calor e a longa caminhada para sair do local podem ter contribuído para ela sofrer um infarto fulminante. Os socorristas que estavam no evento tentaram reanimá-la assim que foram notificados, mas não tiveram sucesso.
    A mãe da chilena informou aos jornalistas que acompanhavam a cerimônia que Guzman já sofria de problemas cardíacos e estava aguardando uma cirurgia por conta da doença.
    Durante a celebração no local, que contou com cerca de 200 mil pessoas, os bombeiros chegaram a esguichar água sobre os fiéis para tentar amenizar o calor no local. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en