Câmara do Chile aprova plebiscito para nova Constituição

Projeto passou com 127 votos a favor, 18 contra e 5 abstenções

Câmara do Chile aprova plebiscito para nova Constituição
Câmara do Chile aprova plebiscito para nova Constituição (foto: EPA)
16:13, 19 DezSANTIAGO ZRS

(ANSA) - A Câmara dos Deputados do Chile aprovou nesta quarta-feira (18) o projeto de lei que convoca um plebiscito em abril de 2020 para a população decidir se quer uma nova Constituição.

Em um tenso debate, que durou mais de oito horas, o projeto passou com 127 votos a favor, 18 contra e cinco abstenções. O texto ainda precisa ser aprovado no Senado.

O processo foi acordado entre governo e oposição em novembro, com o objetivo de encerrar a crise política que paralisou o país nos últimos meses.

A realização de uma nova Constituição é um dos principais pedidos dos manifestantes que tomam as ruas chilenas desde outubro, já que a atual Carta Magna é herança da ditadura Pinochet.

Caso os cidadãos decidirem reescrever o documento, a Assembleia Constituinte será eleita em outubro de 2020, junto com as eleições regionais e municipais. O órgão funcionará por nove meses, mas esse tempo poderá ser prorrogado por mais três em caso de necessidade. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA