Com acordo de paz ratificado, Colômbia inicia nova fase

Até o dia 30, guerrilheiros das Farc terão que entregar as armas

Com acordo de paz ratificado, Colômbia inicia nova fase
Com acordo de paz ratificado, Colômbia inicia nova fase (foto: EPA)
10:22, 01 DezBOGOTÁ ZBF

(ANSA) - A Câmara dos Deputados de Bogotá ratificou por unanimidade o novo acordo de paz assinado entre o governo e o grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). A votação ocorreu na noite de ontem (30).

 

O acordo já tinha sido aprovado pelo Senado, também com a unanimidade de 75 votos. Com isto, este novo acordo de paz substitui o primeiro texto, que fora alcançado pelo governo de Juan Manuel Santos após quatro anos de negociações com as Farc, mas rejeitado em referendo popular em outubro por conter pontos polêmicos, como uma suposta anistia a crimes cometidos por guerrilheiros.

 

Apesar da derrota nas urnas, Santos venceu o Prêmio Nobel da Paz de 2016 e aceitou renegociar o acordo com as Farc em novos termos. Mas, desta vez, o presidente decidiu não submeter o texto à aprovação popular e deixá-lo somente com o Congresso. O conflito armado entre Colômbia e Farc era considerado o mais antigo da América Latina.

 

Comemorando a aprovação do Congresso, Santos disse que hoje é "o Dia D" para a Colômbia e que agora começa o processo "pós-acordo". Nesta fase, serão implementados os itens negociados, como a entrega de armas pelos guerrilheiros.

 

Será cumprido um cronograma para que, até o dia 30 de dezembro, todos os membros das Farc estejam em uma "zona de transição", onde será feito o recolhimento das armas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA