Santos recebe Nobel da Paz e fala de 'sonho impossível'

Presidente colombiano conseguiu fechar acordo com as Farc

Santos recebe Nobel da Paz e fala de 'sonho impossível' (foto: ANSA)
13:46, 10 DezOSLO E BOGOTÁ ZBF

(ANSA) - O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, recebeu neste sábado (10) o Prêmio Nobel da Paz, entregue por seus esforços em encerrar o conflito de mais de meio século com o grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Santos recebeu o prêmio em uma cerimônia solene em Oslo, na Noruega, que contou com a presença do rei Haroldo e da rainha Sonia.

   

"O impossível pode ser possível", disse o presidente colombiano em seu discurso, ressaltando que o Nobel foi "um presente dos céus, um enorme incentivo para conseguirmos esse novo acordo".
   

"Há apenas seis anos, não poderíamos imaginar o final de uma guerra que sofremos por meio século. A paz parecia um sonho impossível", afirmou. "Mas, hoje, posso dizer com humildade que o povo da Colômbia está tornando possível o impossível. A guerra que provocou tanto sofrimento à nossa população terminou", elogiou Santos.

Durante a cerimônia de entrega do prêmio Nobel, Santos também recordou as vítimas do conflito armado no país e disse que elas "foram as mais disponíveis ao perdão" e à negociação de paz. "Há uma guerra a menos no mundo, e é a da Colômbia", disse Santos, que também incluiu em seu discurso uma menção ao escritor Gabriel García Márquez, Nobel de Literatura de 1982.

Santos foi anunciado como vencedor do Nobel da Paz em 8 de outubro de 2016, apenas uma semana após sua tentativa de acordo com as Farc ter sido rejeitada em referendo popular.

Mas o presidente não desistiu e fez uma nova negociação, ouvindo apelos da população e da oposição, até que conseguiu chegar a um segundo tratado de paz com a guerrilha, que foi ratificado pelo Congresso no fim de novembro. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA