Vídeo mostra vice-presidente da Colômbia agredindo segurança

O político, que pode concorrer à Presidência, pediu desculpas

Germán Vargas Llera, vice-presidente da Colômbia
Germán Vargas Llera, vice-presidente da Colômbia (foto: Ansa)
15:57, 26 DezBOGOTÁ ZBF

(ANSA) - O vice-presidente da Colômbia, Germán Vargas Lleras, pediu desculpas publicamente por aparecer em um vídeo agredindo seu segurança.

O vídeo, divulgado por uma emissora local, mostra o vice caminhando entre uma multidão, quando uma mulher se aproxima para cumprimentá-lo. O segurança tenta evitar a aproximação da colombiana, mas acaba pisando no pé de Germán Vargas. Irritado com o incidente, o vice-presidente revidou e deu um soco nas costas do próprio funcionário. A agressão verou críticas de internautas contra Germán Vargas, que deve ser candidato à Presidência da Colômbia em 2018.

"O agente Ariel Ahumada sempre foi um escolta exemplar, andando comigo já há seis anos, e quero pedir desculpas publicamente pelo incidente que nunca devia ter acontecido. Por favor, aceite-as, são muito sentidas, não é pouco tempo que passamos juntos", disse Vargas, que é conhecido como um político de temperamento explosivo. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA