Hollande visitará área de reagrupamento das Farc

Encontro faz parte de visita oficial do mandatário ao país

Hollande visitará área de reagrupamento das Farc
Hollande visitará área de reagrupamento das Farc (foto: EPA)
12:42, 09 JanBOGOTÁ ZAR

(ANSA) - O presidente francês, François Hollande, visitará uma das áreas rurais onde o grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) está se reagrupando para iniciar o seu desarmamento, medida que faz parte do acordo de paz entre o governo do país e os rebeldes.

O encontro com lideranças do grupo acontecerá durante a visita oficial do mandatário francês ao país sul-americano, que está marcada para os dias 23 e 24 de janeiro.

De acordo com a Chancelaria da Colômbia, a visita foi permitida pelo governo do país latino. "Efetivamente, por parte do presidente François Hollande, pediram a autorização para que ele pudesse visitar uma das zonas [de reagrupamento] e o governo colombiano a concedeu", afirmou um comunicado do Ministério das Relações Exteriores da nação neste fim de semana.

Os "detalhes da agenda" de Hollande na Colômbia e em uma "Zona Veredal Transitoria de Normalización de Farc", como são chamadas as áreas de reagrupamento e de entrega de armas do grupo, deverão ser anunciados pelo governo de Paris nos próximos dias.

A visita do mandatário também foi anunciada por parte das Farc, que publicou um vídeo sobre o assunto no site "Nueva Colombia", portal onde são difundidas as notícias do grupo guerrilheiro.

"Para nós será uma honra receber também o senhor presidente da França. Estamos completamente seguros de que isso servirá de impulso para a implementação dos acordos" de paz, disse Jorge Torres Victoria, mais conhecido como Pablo Catatumbo, um dos líderes das Farc.

O rebelde colombiano, que também disse que a França é uma "referência da liberdade e da fraternidade" no mundo, já havia acompanhado a visita do embaixador francês no país, Jean-Marc Laforêt, há poucos dias na zona de reagrupamento das Farc em La Elvira, no departamento de Cauca.

De acordo com o portal do grupo, os preparativos para a chegada de Hollande na pequena cidade de Buenos Aires, que também se encontra no departamento colombiano de Cauca, já estão sendo organizados.

A França foi um dos principais países da União Europeia que apoiaram o acordo de paz de novembro do ano passado que deu um fim ao conflito armado entre o governo da Colômbia e as Farc.

 

 

A notícia da visita de Hollande foi duramente criticada pelo ex-presidente colombiano Álvaro Uribe, que ressaltou que o governo francês não conseguiu derrotar o terrorismo jihadista no seu próprio país. "Hollande, presidente francês que não soube enfrentar o terrorismo jihadista, visita a Colômbia que está entregue às Farc", afirmou o ex-mandatário no seu Twitter. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en