Líder das Farc sofre AVC e é internado na Colômbia

Timochenko, de 58 anos, está em uma unidade intensiva

Rodrigo Londoño com o presidente Juan Manuel Santos, na Colômbia
Rodrigo Londoño com o presidente Juan Manuel Santos, na Colômbia (foto: EPA)
12:17, 03 JulBOGOTÁ ZBF

(ANSA) - O líder do grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Rodrigo Londoño, conhecido como "Timochenko", foi internado após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC).

A notícia foi dada ontem (2) pelas próprias Farc, que assinaram no fim de 2016 um acordo de paz com o governo colombiano e encerraram meio século de conflito armado no país. Timochenko, de 58 anos, deu entrada na Clínica Corporativa de Villavicencio e segue internado na unidade de cuidados intensivos.

"Na manhã de ontem, ele foi levado para exames médicos preventivos para um diagnóstico e um tratamento adequado. A equipe médica recomendou um período de exames, observação e descanso", informaram as Farc.
   

O médico Iván Ramírez disse que o guerrilheiro chegou ao hospital com problemas na fala e perda de força no braço esquerdo. Mas Timochenko está consciente e dá sinais de melhora.
   

O líder das Farc passou mal antes de visitar uma zona onde vivem guerrilheiros do grupo. Seu problema de saúde vem quase uma semana após as Farc e o governo colombiano concluírem uma etapa crucial para o processo de paz: a destituição de armas por parte dos guerrilheiros.
   

Há dois anos, Timochenko foi operado devido a um problema cardiorrespiratório e, recentemente, recebeu tratamento por complicações coronárias. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA