Visita do Papa reduziu em 60% homicídios na Colômbia

Segundo vice-presidente,5 milhões de colombianos 'seguiram' Papa

12:29, 10 SetBOGOTÁ ZGT
(ANSA) - Antes mesmo de encerrar sua viagem à Colômbia, a visita do papa Francisco ao país já teve um efeito prático: o número de homicídios diários caiu cerca de 60%, segundo informou o governo neste domingo (10).
    Ainda segundo o vice-presidente do país, Oscar Naranjo, cerca de cinco milhões de colombianos seguiram Jorge Mario Bergoglio até o momento pelas cidades de Bogotá, Villavicencio e Medellín nos quatro primeiros dias da visita.
    "Quero, por parte do governo, felicitar os colombianos. Seu comportamento foi exemplar, cerca de cinco milhões de pessoas saíram para ter contato com a eucaristia, nos passeios, nos percursos com o 'papamóvel' e esse comportamento mostra ao mundo que somos um país civilizado, respeitoso, feliz e alegre, mas ao mesmo tempo, muito organizado", disse Naranjo.
    Por sua vez, a chanceler María Angela Holguín disse que a visita que será concluída hoje, com uma etapa de Cartagena, "foi de grande utilidade".
    "Para a fé e para a esperança que necessita esse país, essa visita foi de grande utilidade e espero que os corações se abram para que possamos construir todos juntos esse país", acrescentou.
    Jorge Mario Bergoglio já chegou a Cartagena, onde fará uma benção à pedra fundamental de um conjunto de casas populares, rezará o Angelus e fará uma missa. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en