Clã do Golfo anuncia fim de suas ações militares na Colômbia

Organização é o maior grupo de narcotráfico no país

Clã do Golfo anuncia fim de suas ações militares na Colômbia
Clã do Golfo anuncia fim de suas ações militares na Colômbia (foto: ANSA)
13:27, 15 DezSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - O principal grupo de narcotráfico da Colômbia, o Clã do Golfo, anunciou nesta quinta-feira (14) o fim de suas ações militares no país.

De acordo com a organização, a decisão foi tomada para os "esforços e compromissos para contribuir com uma paz integral, total e duradoura".

"A partir deste Natal, onde os corações estão cheios de esperança para um país melhor, os colombianos merecem a oportunidade pela primeira vez na história, viver sem a ansiedade do conflito armado, enquanto ele é resolvido definitivamente. Que as famílias se integrem em torno da alegria do Natal", escreveu o grupo.

O acordo de paz entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o governo colombiano, no fim de 2016, motivou o grupo a parar com os combates.

Criada em 2006 por remanescentes de grupos paramilitares de ultradireita, a organização era liderada por Dario Antonio Úsuga, mais conhecido como Otoniel. Ele é o homem mais procurado da Colômbia.

Com mais de dois mil membros, o Clã do Golfo é conhecido pelas autoridades colombianas como uma das "organizações criminosas mais perigosas". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA