ELN assume atentado com carro-bomba em Bogotá

ELN assume atentado com carro-bomba em Bogotá (foto: ANSA)
15:03, 21 JanSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - A guerrilha Exército de Libertação Nacional (ELN) assumiu a responsabilidade pelo ataque a uma academia de polícia em Bogotá, na Colômbia, na quinta-feira passada (17). O ELN disse que se tratou de uma operação "lícita" em tempos de guerra, mas pediu que as negociações de paz com o governos sejam retomadas - os diálogos fora interrompidos devido ao ataque.

"A operação realizada contra essas instalações e tropas é lícita dentro do direito da guerra. Não houve nenhuma vítima não combatente", alegou a direção nacional da guerrilha em um comunicado divulgado em sua página na web. O ataque com um carro-bomba atingiu a escola de cadetes da Polícia Nacional da Colômbia, no sul de Bogotá. O ataque deixou 21 mortos (entre eles, o agressor) e 68 feridos.     (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA