Morre 'Popeye', sicário mais famoso de Pablo Escobar

Jhon Jairo Velásquez tinha 57 anos e lutava contra câncer

'Popeye' admitiu participação em mais de 3 mil homicídios
'Popeye' admitiu participação em mais de 3 mil homicídios (foto: Ansa)
10:56, 07 FevBOGOTÁ ZLR

(ANSA) - Morreu nesta quinta-feira (6), aos 57 anos de idade, Jhon Jairo Velásquez, ex-chefe dos sicários do narcotraficante colombiano Pablo Escobar (1949-1993).

Mais conhecido como "Popeye", ele lutava contra um câncer no esôfago e estava internado em um hospital de Bogotá desde 31 de dezembro de 2019.

Após ter cumprido pena de 23 anos de cadeia, o sicário de Escobar foi libertado em 2014, mas acabou voltando para a prisão após a descoberta de seu papel na liderança de uma quadrilha que extorquia e perseguia militantes políticos.

O próprio Popeye admitiu ter matado diretamente pelo menos 300 pessoas e ter participado, como chefe dos sicários do Cartel de Medellín, de 3 mil assassinatos entre o fim dos anos 1980 e o início da década de 1990.

"Pablo Escobar era um assassino, um terrorista, um narcotraficante, um sequestrador e um chantagista, mas era meu amigo", disse Popeye certa vez. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en