Cuba estende mandato de Raúl Castro por mais 2 meses

Presidente prometeu deixar o cargo em 2018

Raúl Castro assumiu o posto deixado por seu irmão, Fidel
Raúl Castro assumiu o posto deixado por seu irmão, Fidel (foto: ANSA)
15:12, 21 DezHAVANA ZLR

(ANSA) - A Assembleia Nacional de Cuba decidiu nesta quinta-feira (21) estender a atual legislatura por mais dois meses, o que adiará o fim do mandato do presidente Raúl Castro, que terminaria em 24 de fevereiro, para 19 de abril de 2018.

Nesta data, devem ser realizadas eleições indiretas no país para escolher seu novo chefe de Estado, já que Castro, 86, prometeu deixar o cargo no ano que vem. Ele está no poder oficialmente desde fevereiro de 2008, embora governasse Cuba provisoriamente desde julho de 2006, por causa dos problemas de saúde de seu irmão, Fidel Castro (1926-2016).

Segundo a imprensa oficial, a decisão de adiar o fim da legislatura foi tomada por causa da "situação extraordinária" provocada pelo furacão Irma, que deixou um rastro de destruição na ilha em setembro passado.

Em Cuba, o presidente tem mandato de cinco anos e é eleito pela Assembleia Nacional do Poder Popular, órgão Legislativo do país e composta por 612 deputados. No entanto, sua formação é controlada pelo Estado e pelo Partido Comunista de Cuba (PCC).

A dinastia Castro comanda a nação latina desde 1959, ano da queda do ditador Fulgencio Batista. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA