Miguel Díaz-Canel é indicado oficialmente para substituir Raúl Castro

Pela 1ª vez, em quase 60 anos, presidente não será um Castro

Miguel Díaz-Canel (centro) ao lado de Raúl Castro (foto: EPA)
22:08, 18 AbrHAVANA ZCC

(ANSA) - Miguel Díaz-Canel, primeiro vice-presidente do Conselho de Estado e do Conselho de Ministros de Cuba, foi confirmado nesta quarta-feira (18) como candidato único para a sucessão de Raúl Casto na Presidência do país.

O anúncio foi realizado pela deputada porta-voz da comissão de candidaturas, Gisela Duarte. A indicação para primeiro vice-presidente foi para o deputado Salvador Valdés Mesa. A sessão inaugural da Assembleia Nacional foi aberta nesta quarta, em Havana por volta das 9h (horário local), mas foi suspensa e só será retomada nesta quinta (19).

Esta é a primeira vez em quase 60 anos que Cuba será comandada por um presidente que não carrega o sobrenome "Castro". Aos 86 anos, Raúl governa o país desde 2008, após ter comandado o aparato repressivo de Fidel Castro. Díaz-Canel, seu provável substituto, cresceu centro do Partido Comunista de Cuba (PCC), mas não faz parte dos quadros históricos da sigla, embora empunhe a bandeira da continuidade.

Se assumir a Presidência, é provável que seu poder dependa mais de seu desempenho pessoal do que de sua própria figura, ao contrário dos Castro.

Processo eleitoral

Os 605 deputados eleitos em março vão assumir a legislatura e, assim, eleger o presidente da Assembleia Nacional. Logo depois, os parlamentares vão escolher o Conselho de Estado - um presidente, um primeiro-vice-presidente, cinco vice-presidentes, um secretário e mais 23 membros. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA