'México pagará por muro', ameaça Donald Trump

Magnata visitou o México, mas não desistiu de muro na fronteira

Trump se reuniu no México com o presidente Henrique Peña Nieto
Trump se reuniu no México com o presidente Henrique Peña Nieto (foto: EPA)
20:48, 01 SetNOVA YORK ZBF

(ANSA) - Logo após visitar o México, o magnata e candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, fez uma nova provocação ao imigrantes nesta quinta-feira (1), dizendo que o país "pagará pelo muro" que pretende construir na fronteira.

 

A ameaça de Trump foi publicada em seu perfil no Twitter nesta manhã, mas não ficou claro se o México terá que "pagar" pelo custo econômico, político ou social do muro, que é uma das promessas de campanha do magnata. "Mexico will pay for the wall!", escreveu Trump.

 

 

   

 

 

Contrário à imigração, o candidato republicano à Casa Branca propôs a construção de um muro na fronteira com o México, de onde partem milhares de pessoas rumo aos EUA. Na noite de ontem, em um discurso em Phoenix, no estado do Arizona, Trump tinha dito que o "México pagará 100% da construção do muro".

 

"Eles ainda não sabem, mas pagarão", garantiu o magnata. Antes do discurso sobre imigração no Arizona, Trump esteve no México e se reuniu com o presidente Henrique Peña Nieto. O anúncio da viagem foi feito horas antes da partida, mas, mesmo assim, não foi possível conter alguns protestos contra o magnata no país.
   

 

Trump e Peña fizeram um pronunciamento conjunto no qual o presidente mexicano disse que seu país terá uma relação construtiva com qualquer candidato que vencer as eleições de novembro nos EUA.
   

 

Peña também contou que afirmou a Trump que os mexicanos merecem respeito e que seu dever é protegê-los onde estiverem. Mesmo assim, o magnata não abriu mão de defender o muro, mas chegou a elogiar os mexicanos, algo que jamais tinha feito.
    (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA