Vaticano nega presença do Papa em congresso de paz no México

Presidente eleito quer reunir expoentes para debater segurança

Papa Francisco durante Angelus no Vaticano
Papa Francisco durante Angelus no Vaticano (foto: ANSA)
18:32, 16 JulCIDADE DO MÉXICO ZLR

(ANSA) - O Vaticano desmentiu nesta segunda-feira (16) uma notícia que confirmava a participação do papa Francisco em uma conferência de paz idealizada pelo presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador.

Segundo o porta-voz da Santa Sé, Greg Burke, citado pelo jornal espanhol "La Vanguardia", essa informação é "privada de qualquer fundamento". A participação do Papa no evento, por Skype ou videoconferência, havia sido anunciada por Loreta Ortiz, coordenadora do Fórum de Consultas para o Processo de Paz.

O congresso foi idealizado por Obrador, eleito presidente do México no último dia 1º de julho, com mais de 53% dos votos. O líder esquerdista pediu para seu futuro ministro de Segurança Pública, Alfonso Durazo, convocar organizações da sociedade civil, vítimas, religiosos e especialistas para discutir formas de pacificar o país.

Entre 2006 e 2018, mais de 250 mil pessoas foram assassinadas no México, fruto principalmente da ação de narcotraficantes. Além disso, o país registrou neste ano uma das campanhas eleitorais mais violentas de sua história, com mais de 130 vítimas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA