Presidente eleito do México elogia acordo sobre Nafta

López Obrador "reconheceu" a atitude de Donald Trump

López Obrador assumirá o governo do México em dezembro
López Obrador assumirá o governo do México em dezembro (foto: ANSA)
12:02, 28 AgoCIDADE DO MÉXICO ZLR

(ANSA) - O presidente eleito do México, Andrés López Obrador, elogiou o princípio de acordo com os Estados Unidos para renegociar o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), anunciado na última segunda-feira (27) pelos mandatários Enrique Peña Nieto e Donald Trump.

"Quero reconhecer a atitude do presidente Donald Trump, que entendeu nossa postura e que esteve de acordo com esse tratado, que é fundamental para nós", afirmou Obrador, em sua primeira reação sobre o tema. "Estamos satisfeitos porque nossa soberania foi salva. O México se reserva o direito de reformar sua Constituição e suas leis em matéria energética", acrescentou.

A eleição do líder do Movimento de Regeneração Nacional (Morena), em julho passado, levantou preocupações sobre a futura relação com Trump - Obrador será o primeiro presidente de esquerda da história do México.

O mandatário eleito chegou a publicar livros criticando as políticas migratórias do republicano, que miram sobretudo os fluxos irregulares na fronteira mexicana. O princípio de acordo alcançado entre Trump e Peña Nieto prevê o fim do Nafta, que também inclui Canadá.

Obrador disse esperar que Ottawa também se junte ao novo pacto "em breve". Ainda há poucas informações sobre o pacto entre EUA e México, mas qualquer mudança no Nafta precisará passar pelo Congresso norte-americano, que pode ter sua composição alterada nas eleições de novembro - Senado e Câmara são controlados hoje pelo Partido Republicano.

Além disso, a renegociação do Nafta exige também a aprovação do Canadá. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA