Obrador tome posse no México e firma acordo com Am.Central

Objetivo do pacto é frear imigração aos Estados Unidos

Com protestos, França pode declarar estado de emergência
Com protestos, França pode declarar estado de emergência (foto: ANSA)
13:56, 02 DezCIDADE DO MÉXICO ZBF

(ANSA) - O novo presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, tomou posse neste sábado (1) e já executou sua primeira medida oficial de governo.

Poucas horas após ser empossado, Obrador - o primeiro político de esquerda a chegar ao poder no México após décadas - firmou o primeiro acordo de seu mandato para criar um Plano de Desenvolvimento na América Central, cujo o principal objetivo é frear a imigração em direção aos Estados Unidos.

O convênio foi assinado com El Salvador, Guatemala e Honduras, em um almoço oferecido no Palácio Nacional a cerca de 20 chefes de Estado que assistiram à sua cerimônia de posse. De acordo com um comunicado, os governantes dos países do chamado "Triângulo Norte da América Central", o guatemalteco Jimmy Morales, o salvadorenho Salvador Sánchez Cerén e o hondurenho Juan Orlando Hernández, terão o apoio da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

A primeira etapa do acordo deve ser implementada de janeiro a março de 2019. Nos últimos meses, caravanas de imigrantes da América Central peregrinaram até a fronteira com os Estados Unidos para conseguir entrar no país, em busca de novas oportunidades de vida. O fluxo gerou mal-estar com os Estados Unidos e ameaças de medidas extremas por parte do presidente Donald Trump. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA