Quadrilha faz roubo milionário na fronteira com Paraguai

Roubo foi de R$ 120 milhões e polícia suspeita de brasileiros

Sede da transportadora Prosegur em Ciudad del Este (foto: EPA)
20:32, 24 AbrSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - Bandidos fortemente armados protagonizaram um roubo cinematográfico na madrugada desta segunda-feira (24) na fronteira do Brasil com o Paraguai. O grupo invadiu a sede a transportadora de valores Prosegur em Ciudad del Este e fugiu para uma cidade vizinha levando cerca de US$ 40 milhões (o que equivale a cerca de R$ 120 milhões).

Até agora, o que se sabe é que, durante a operação, um policial foi morto e quatro pessoas ficaram feridas. Segundo o jornal paraguaio "ABC Color", os criminosos utilizaram granadas, fuzis e outras armas de fogo para o assalto. Ao todo, 15 veículos foram incendiados. Uma correspondente do jornal no local disse que há a suspeita de que algum dos assaltantes seja brasileiro e ligado a uma organização criminosa.

  

A imprensa do Paraguai informou ainda que o fato se trataria do maior assalto da história do país.

Tiroteio

Três assaltantes que participaram do mega-assalto em Ciudad del Este morreram após troca de tiros com agentes das polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF).

Segundo a PRF, três veículos usados pela quadrilha foram localizados, um deles com um fuzil calibre 762 e 16 munições e outro com sete quilos de explosivos. Ainda não há informações sobre a recuperação de valores.

No início da tarde, houve uma perseguição a uma caminhonete em que estavam entre oito e 10 envolvidos no assalto. Em um trecho da BR-277, no Paraná, os bandidos pararam e iniciaram o confronto. Dois morreram no local, um ficou ferido, foi socorrido, mas não resistiu e faleceu no hospital. Os demais conseguiram fugir. (ANSA)(Com informações da Agência Brasil)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA