Em meio a escândalos no Peru, Papa critica corrupção

Presidente do país quase perdeu o cargo por suspeita de propina

Francisco anda de papamóvel em meio a multidão de fiéis em Puerto Maldonado
Francisco anda de papamóvel em meio a multidão de fiéis em Puerto Maldonado (foto: EPA)
16:38, 19 JanPUERTO MALDONADO ZLR

(ANSA) - Em meio a um escândalo que quase derrubou o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, o papa Francisco fez nesta sexta-feira (19) um duro discurso contra o "ídolo do dinheiro", durante encontro com a população de Puerto Maldonado, cidade de 92 mil habitantes situada na Floresta Amazônica.

"Os falsos deuses, os ídolos da avareza, do dinheiro, do poder, corrompem tudo. Corrompem as pessoas e as instituições e destroem inclusive a floresta", afirmou o líder da Igreja Católica, que não citou os escândalos de corrupção que abalaram o Peru e os países vizinhos.

No fim de dezembro, Kuczynski, acusado de receber propina da construtora brasileira Odebrecht, se livrou de um processo de impeachment por apenas oito votos, graças à abstenção de aliados do ex-presidente Alberto Fujimori, que receberia um "indulto humanitário" dois dias depois.

Ainda nesta sexta-feira, Francisco se encontrará pessoalmente com Kuczynski, em Lima. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA