Cúpula da Alba marca 4º aniversário da morte de Chávez

Ex-presidente faleceu em 5 de março de 2013, vítima de câncer

Em foto de arquivo, Cristina Kirchner e Nicolás Maduro visitam memorial de Hugo Chávez
Em foto de arquivo, Cristina Kirchner e Nicolás Maduro visitam memorial de Hugo Chávez (foto: ANSA)
16:14, 05 MarCARACAS ZLR

(ANSA) - A Venezuela celebra neste domingo (5) o quarto aniversário do falecimento do ex-presidente Hugo Chávez, morto no dia 5 de março de 2013, vítima de um câncer.

Em 2017, a efeméride coincide com o início da 14ª Cúpula da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (Alba), cuja criação foi patrocinada pelo ex-mandatário venezuelano.

O encontro terá como tema a "luta contra a pobreza e a exclusão social, com base nas doutrinas da esquerda". A cúpula contará com a presença dos presidentes da Bolívia, Evo Morales, e da Nicarágua, Daniel Ortega, que desembarcaram em Caracas neste domingo.

"Viemos acompanhar o povo bolivariano da Venezuela, o irmão [Nicolás Maduro] e o governo. Há quatro anos, todos nós choramos, mas a melhor homenagem ao comandante é a luta permanente, a defesa de nossa soberania e dignidade", afirmou Morales.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores venezuelano, os eventos pelo quarto ano da morte de Chávez reunirão cerca de 200 convidados internacionais. O ex-mandatário nasceu em 28 de julho de 1954, em Sabaneta, e governou o país por 14 anos. Em 2013, quando tinha 58, perdeu uma luta de quase dois anos contra o câncer e deixou Maduro como seu sucessor.

Chávez foi um dos mais carismáticos e polêmicos líderes da América Latina e ícone do avanço da esquerda no subcontinente. No entanto, desde seu falecimento, a situação política e econômica da Venezuela vem se deteriorando rapidamente. Seus restos mortais estão sepultados no Quartel de la Montaña, em Caracas, que hoje abriga um museu. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA