Governo Trump impõe sanções à Suprema Corte da Venezuela

Motivo é a sentença que anulou as prerrogativas do Parlamento

Protesto contra Nicolás Maduro em Caracas
Protesto contra Nicolás Maduro em Caracas (foto: EPA)
20:49, 18 MaiNOVA YORK ZLR

(ANSA) - Os Estados Unidos impuseram nesta quinta-feira (18) sanções contra oito juízes da Suprema Corte da Venezuela por conta da sentença que anulou as prerrogativas da Assembleia Nacional e motivou uma onda de protestos que já deixou cerca de 50 mortos em quase dois meses.

As medidas atingem o presidente do tribunal, Maikel José Moreno Pérez, e os outros sete juízes que assinaram a decisão, no último dia 29 de março. Desde então, o país vem sendo palco de manifestações diárias contra o presidente Nicolás Maduro, que frequentemente acabam reprimidas pelas forças chavistas ou em saques.

Em encontro com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, o mandatário dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta que a situação da Venezuela é "uma desgraça" e que fará "todo o possível" para ajudar o país. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA