ONU aprova missão para reintegração de guerrilheiros das Farc

Operação, aprovada por unanimidade, terá início em 26 de setembro

ONU aprova missão para reintegração de guerrilheiros das Farc
ONU aprova missão para reintegração de guerrilheiros das Farc (foto: EPA)
20:04, 10 JulNOVA YORK ZAR

(ANSA) - A Organização nas Nações Unidas (ONU) aprovou nesta segunda-feira, dia 10, por unanimidade a criação de uma segunda missão para apoiar o processo de paz na Colômbia e verificar se os ex-militantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) serão reintegrados na sociedade civil do país com sucesso.

Essa segunda operação foi solicitada tanto pelo governo colombiano como pelo ex-grupo guerrilheiro e aprovada pelos 15 Estados-membros do Conselho de Segurança da ONU.

Na reunião das Nações Unidas, foi decidido que a missão terá início no próximo dia 26 de setembro, quando a atual operação da organização, que é responsável pela verificação da entrega das armas de todos os ex-guerrilheiros das Farc, será concluída e terá uma duração inicial e renovável de 12 meses.

A operação da Onu deverá enfrentar como principais desafios a reintegração de cerca de 10 mil ex-combatentes do grupo, além da aplicação de um sistema de justiça único para autorizar a anistia de ao menos 3 mil ex-militantes das Farc.

"A etapa mais dura está por vir. Uma paz duradoura e sustentável depende da reincorporação de sucesso das Farc na vida civil", afirmou o embaixador britânico Matthew Rycroft, que apresentou a resolução na sessão a pedido do governo do país sul-americano.

"A Colômbia ofereceu um farol de esperança no mundo. Em vários lugares, a guerra é a norma", mas "em parte graças aos nossos esforços [...] a Colômbia mostrou que a paz é possível", disse o representante do Reino Unido. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA