Venezuela classifica sanções da UE como 'erro lamentável'

Funcionários do governo sofreram sanções pela repressão no país

Venezuela classifica sanções da UE como 'erro lamentável'
Venezuela classifica sanções da UE como 'erro lamentável' (foto: EPA)
11:12, 19 JanCARACAS ZGT

(ANSA) - Após a União Europeia (UE) ter aprovado sanções contra funcionários do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, nesta quinta-feira (18), o governo do país classificou a medida do bloco como "um erro lamentável".

Com a sanção, os funcionários do alto escalão de Maduro tiveram o congelamento de ativos, ou seja, tiveram suas contas em bancos europeus paradas, e estão proibidos de entrar em países do bloco.

"Que erro lamentável a União Europeia está cometendo!", disse o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, que associou as sanções a uma visita do subsecretário para Assuntos Políticos dos Estados Unidos, Thomas Shannon, ao premier espanhol, Mariano Rajoy, em Madri.

Medidas punitivas contra Maduro e seus funcionários vem sendo tomadas desde 2017, quando os Estados Unidos proibiram que fossem negociadas as dívidas do governo venezuelano e da petroleira PDVSA.

Nos últimos anos, situação na Venezuela vem piorando ao enfrentar uma grave crise econômica e de escassez de alimentos, que já levou a morte um número recorde crianças no país.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA