OEA declara governo de Maduro na Venezuela ilegítimo

Presidente iniciou seu novo mandato nesta quinta-feira (10)

OEA declara governo de Maduro na Venezuela ilegítimo (foto: EPA)
21:01, 10 JanROMA ZCC

(ANSA) - A Organização de Estados Americanos (OEA) aprovou hoje (10) uma resolução que considera o governo venezuelano de Nicolás Maduro ilegítimo.
   

A medida foi aprovada por 19 votos favoráveis, seis contrários, oito abstenções e uma ausência e declara a "ilegitimidade do novo mandato de Nicolás Maduro que se iniciou em 10 de janeiro".
   

Além disso, o documento pede "a realização de novas eleições presidenciais com todas as garantias necessárias para um processo livre, justo, transparente e legítimo".
   

Argentina, Estados Unidos, Colômbia, Chile, Equador, Canadá e Brasil votaram a favor da resolução. Já Venezuela, Nicarágua, Bolívia e alguns países caribenhos foram contras, enquanto que o México se absteve.

"Celebramos o compromisso dos países das Américas, ignorando o regime ilegítimo de Nicolás Maduro. As pessoas da Venezuela não estão sozinhas, ainda estamos trabalhando para recuperar a democracia, os direitos e liberdades de todos", afirmou Luis Almagro, secretário-geral da OEA. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA