Guaidó deixa Brasil e segue para Paraguai

Venezuelano tambémr recebeu convite para visitar Equador

Guaidó deixa Brasil e segue para Paraguai
Guaidó deixa Brasil e segue para Paraguai (foto: EPA)
14:56, 01 MarSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - O autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, deixou Brasília nesta sexta-feira (1) e embarcou para o Paraguai, onde se reunirá com o mandatário Mario Abdo Benítez. O deputado opositor e líder da Assembleia Nacional embarcou por volta das 9h no Aeroporto Internacional de Brasília Presidente Juscelino Kubitschek e recebeu aplausos do público.

Em declaração à emissora "Globo", Guaidó disse que sua passagem pelo país foi "muito importante", um "respaldo da democracia" para a reconstrução da Venezuela. "Muito obrigada ao Brasil, ao seu presidente, ao Senado, ao Congresso", afirmou Guaidó.

Ele chegou ao Brasil na madrugada de quinta-feira (28) para discutir a crise política no país sul-americano. O venezuelano se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro, com o ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo e com diplomatas da União Europeia no Brasil. Ele também se encontrou com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e lideranças da Câmara dos Deputados.

Por sua vez, o presidente do Equador, Lenin Moreno, convidou Guaidó a visitar o país. Em uma mensagem no Twitter, ele disse que o deputado opositor "receberá o afeto e o apoio de um povo que ama a liberdade". Guaidó deixou a Venezuela na semana passada, violando uma ordem da Justiça que o proibia de sair do país. Desde então, passou pelo Brasil e pela Colômbia, onde se reuniu com o presidente Iván Duque e com outros líderes regionais, além do vice-presidente dos EUA, Mike Pence.

A fronteira entre Brasil e Venezuela completa hoje oito dias de fechamento e interdição, desde que o presidente Nicolás Maduro ordenou o bloqueio na região para impedir a entrada de ajuda humanitária. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA