Mais de 4 milhões de pessoas fugiram da Venezuela, diz ONU

1 milhão de venezuelanos deixaram o país nos últimos sete meses

Venezuelanos refugiados no Chile protestam contra o regime de Nicolás Maduro
Venezuelanos refugiados no Chile protestam contra o regime de Nicolás Maduro (foto: EPA)
13:11, 07 JunGENEBRA ZLR

(ANSA) - A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou nesta sexta-feira (7) que mais de 4 milhões de venezuelanos já fugiram do país, que tem cerca de 32 milhões de habitantes.

O balanço foi divulgado em um comunicado conjunto do Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) e da Organização Internacional para as Migrações (OIM). Segundo a nota, mais de 1 milhão de pessoas deixaram a Venezuela apenas nos últimos sete meses.

A Colômbia é o principal país de acolhimento, com 1,3 milhão de venezuelanos, seguida por Peru (768 mil), Chile (288 mil), Equador (263 mil), Brasil (168 mil) e Argentina (130 mil).

"Essas cifras alarmantes evidenciam a urgente necessidade de apoiar as comunidades nos países de acolhimento", declarou Eduardo Stein, responsável especial do Acnur e da OIM para refugiados e migrantes venezuelanos.

A Venezuela vive uma grave crise política, econômica e social e enfrenta escassez de alimentos e itens de primeira necessidade. O país conta atualmente com dois presidentes reconhecidos internacionalmente (Nicolás Maduro e Juan Guaidó), dois parlamentos (Assembleia Constituinte e Assembleia Nacional) e duas supremas cortes (uma em Caracas e outra em autoexílio nos EUA). (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA