Maduro e Trump confirmam diálogo entre Venezuela e EUA

Apesar de conversas, governo americano ainda reconhece Guaidó

Maduro e Trump confirmam diálogo entre Venezuela e EUA (foto: EPA)
13:09, 21 AgoCARACAS ZCC

(ANSA) - Os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Venezuela, Nicolás Maduro, confirmaram nesta terça-feira (20) conversas entre os dois governos para tentar conter a crise no país sul-americano.

"Estamos falando com diversos representantes da Venezuela. Não vou dizer com quem, mas está em um nível muito alto", afirmou o republicano a jornalistas.

Segundo Trump, sua administração está ajudando o governo venezuelano o quanto pode, principalmente porque "precisa de muita ajuda". "Nos mantemos à margem, mas estamos ajudando. Há 15 anos, era um dos países mais ricos, agora é um dos países mais pobres".

Logo após a declaração do magnata, o líder chavista fez um pronunciamento em rede nacional na Venezuela para confirmar o diálogo. "Confirmo que há meses ocorrem contatos de altos funcionários do governo dos Estados Unidos, de Donald Trump, com o governo bolivariano que presido, sob minha expressa autorização direta", ressaltou.

Maduro acrescentou que estão sendo realizados "vários contatos, vários caminhos, para buscar solucionar este conflito".

Apesar da abertura ao diálogo, os Estados Unidos e outros 50 países ainda reconhecem autoproclamado presidente Juan Guaidó como o líder legítimo da Venezuela.

A confirmação ocorre após, na última semana, uma reportagem da agência Associated Press revelar, citando uma fonte da administração dos EUA, que o chefe do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Diosdado Cabello, havia se encontrado, em julho, com um representante norte-americano.

O número dois do chavismo, no entanto, negou a informação, a classificando de "mentirosa" e de uma "grande manipulação". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA