Peritos dizem ter achado restos mortais de Cervantes

No entanto, a Prefeitura de Madri ainda não confirma

Estudiosos encontram os supostos restos mortais de Cervantes junto com ossos de adultos em uma cripta com as iniciais M e C
Estudiosos encontram os supostos restos mortais de Cervantes junto com ossos de adultos em uma cripta com as iniciais M e C (foto: EPA)
13:02, 11 MarMADRI ZLR

(ANSA) - Os pesquisadores que há meses conduzem as buscas pelos restos mortais do escritor espanhol Miguel de Cervantes, autor de "Dom Quixote", estão convencidos de que chegaram ao seu objetivo. Também teria sido encontrado o corpo de sua mulher, Catalina de Salazar.
    Os trabalhos acontecem no convento das Trinitárias Descalças de Madri, onde ele fora sepultado em 23 de abril de 1616, e contam com financiamento da Prefeitura da cidade. Segundo os investigadores, os restos estão em "muito mau estado" e foram achados junto com os ossos de vários adultos em um dos nichos de uma cripta que contém as iniciais M e C.
    No entanto, o poder municipal da capital espanhola preferiu manter a cautela e ainda não confirmou que os fragmentos encontrados são mesmo de Cervantes. "Hoje, não se pode garantir a descoberta dos restos do escritor e de sua esposa", disseram fontes da Prefeitura.
    As buscas começaram em abril do ano passado e, de lá para cá, foram analisados vários túmulos situados sob o convento. Os peritos procuravam por um corpo enterrado com cerca de 70 anos, com artrose na coluna vertebral, lesões no torso e no braço esquerdo e falta de dentes. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA