Quanto custa comer no Eataly?

Empório italiano reúne opções para quase todos os bolsos

Inaugurada há pouco mais de um mês, Eataly é sucesso de público em São Paulo (foto: Ansa)
15:35, 25 JunSÃO PAULO Lucas Rizzi

(ANSA) - Nova queridinha dos paulistanos, a primeira loja da rede italiana de empórios gastronômicos Eataly no Brasil é inegavelmente um sucesso de público. Desde sua inauguração, em 19 de maio, o local tem convivido com filas constantes de pessoas em busca das especialidades de uma das gastronomias mais renomadas do mundo. Contudo, se alguns são atraídos pela diversidade de alimentos, outros se mostram receosos quanto a um fator determinante: os preços.

 

Mas quanto custa realmente comer no Eataly? Em busca dessa resposta, ANSA foi à loja e fez um levantamento completo nos restaurantes do local. A conclusão é que, dependendo do seu apetite e da sua vontade de gastar, há opções para todos os bolsos, ou quase.

 

Começando pelo mais barato, com menos de R$ 50 é possível fazer uma refeição completa no Eataly, desde que seu prato principal seja uma das suculentas focaccias ou um dos panini da panetteria (padaria) da loja. As primeiras saem por cerca de R$ 20, enquanto os segundos variam de R$ 18 a R$ 26.

 

O panino mais econômico vem com abobrinha marinada, mussarela e azeitonas pretas. Já o mais caro leva creme de ricota com pistache, tomates assados e berinjela. Também há versões intermediárias com presunto cru, ricota e mussarela (R$ 22) e mortadela e provolone doce (R$ 20).

 

Para não ficar apenas no lanche, é possível passar na banca de frutas e comprar um suco feito na hora a partir das opções oferecidas no dia. O de um sabor custa R$ 9,80, e o de três, R$ 11,80. Já a sobremesa fica por conta de um dos cremosos sorvetes da Venchi, que saem por R$ 12 (pequeno), R$ 14 (médio) ou R$ 16 (grande).

 

Se um bom gelato não faz o seu estilo, a confeitaria do Eataly tem diversos doces a R$ 12, como os tradicionalíssimos tiramisu e panna cotta e diferentes opções de mousses e verrines.

 

Agora, se você não dispensa uma alimentação mais consistente, será preciso desembolsar um pouco mais. A massa mais barata, por exemplo, é um básico spaghetti al pomodoro, que sai por R$ 25, mesmo preço da pizza de margherita, a única que fica abaixo dos R$ 30.

 

Ambos são servidos no restaurante La Pasta e la Pizza, que tem filas antes mesmo de sua abertura, às 11h30. Para quem estiver disposto a encarar pratos mais caros, o estabelecimento tem gnocchi al formaggio (R$ 39) e ravioli de mussarela de búfala (R$ 48), além de pizzas de quatro queijos (R$ 36) e presunto cru, rúcula, mussarela e grana padano (R$ 42).

 

Na rosticceria, um frango assado e marinado sai por R$ 32, enquanto um contra-filé na grelha e com azeite de oliva extravirgem, flor de sal e alecrim custa R$ 48. Os acompanhamentos, como verduras, batatas ao forno ou polenta, estão entre R$ 12 e R$ 15.

 

Para uma proteína mais leve, um dos restaurantes oferece peixes a partir de R$ 35 (anchova grelhada com creme de tomate e azeitonas pretas e mini alho-poró tostado) até R$ 52 (bacalhau assado, mini salada de agrião e polenta cremosa). Os acompanhamentos são os mesmos da rosticceria.

 

Já no La Piazza, os destaques são as porções, que vão desde simples batatinhas fritas (R$ 15) a uma seleção de queijos e embutidos italianos (R$ 52). O restaurante também oferece os famosos arancini, bolinhos de risoto com ragù de calabresa e mussarela de búfala, por R$ 32 e manjubinhas fritas com raspas de limão siciliano por R$ 34.

 

Mas a grande pedida é o "Reale della piazza", um prato de três andares que reúne as principais opções do menu, como frutos do mar, queijos e embutidos. Por fim, no "Le verdure e il crudo", o foco, como o próprio nome diz, é nos alimentos crus e nas verduras. Uma berinjela com mussarela e pecorino, por exemplo, sai por R$ 38, enquanto uma porção com três ostras custa R$ 29.

 

Já o atum selado com raspas de limão, gomos de laranja, quinoa e spaghettini de pupunha na sálvia é vendido por R$ 49, enquanto o risotto da semana sai por R$ 40. Em todos esses restaurantes são servidas cervejas (a partir de R$ 7,80), água (R$ 4,50) soda italiana (R$ 7,80) e suco natural (R$ 7,80). (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en