1/3 das despesas de férias se relaciona com comida

Estudo foi realizado pela Coldiretti e apresentado na Expo

Nas férias, gastos de italianos e turistas com alimentação são grandes
Nas férias, gastos de italianos e turistas com alimentação são grandes (foto: ANSA)
15:57, 17 AgoROMA ZAR

(ANSA) - Quase um terço das despesas de férias de turistas e locais na Itália está relacionado à alimentação, incluindo restaurantes, pizzarias e produtos típicos regionais e totalizando uma quantia de cerca de 11 bilhões de euros em gastos.
    É o que afirma um estudo da Confederação Nacional de Cultivadores Diretos (Coldiretti) italiana apresentado no pavilhão "No Farmers No Party", na Expo Milão 2015. Entre todos os elementos que envolvem uma viagem, do transporte à hospedagem, dos serviços de entretenimento aos culturais, a qualidade dos alimentos na nação europeia é o item que obtém a nota mais alta dos turistas.

Segundo a Coldiretti, a Itália conquistou a liderança mundial no turismo enogastronômico graças a 4.886 produtos tradicionais de todas as suas regiões, 272 especialidades com Denominação de Origem Protegida (DOP), 415 vinhos com Denominação de Origem Controlada (DOC) e quase 21 mil pontos de turismo rural. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA