Nápoles homenageia Pino Daniele nos 2 anos de sua morte

Cantor faleceu aos 59 anos, vítima de insuficiência cardíaca

Nápoles homenageia Pino Daniele nos 2 anos de sua morte (foto: ANSA)
20:13, 04 JanNÁPOLES ZLR

(ANSA) - Flash mobs, shows, encontros e eventos marcaram o grande afeto de Nápoles pelo cantor Pino Daniele no aniversário de dois anos de sua morte, celebrado nesta quarta-feira (4).

A cópia da célebre guitarra Paradise usada pelo astro voltou para a fachada do edifício da praça Santa Maria La Nova onde ele cresceu, na esquina da rua batizada com seu nome.

O instrumento havia sido removido durante a reforma do prédio, localizado nas vielas do centro histórico da cidade. Durante o dia todo, no Museu da Paz, um andar inteiro foi dedicado a Daniele, com a exposição de objetos pessoais, vídeos, registros e instrumentos do músico. E entre 10h e 12h, no histórico bar Gambrinus, foram distribuídos gratuitamente alguns "pinucci", doce criado em memória do artista napolitano, junto com um pôster. No fim da tarde, às 18h foi realizado um flash mob na praça Santa Maria La Nova, onde os fãs cantaram o refrão da música "Terra mia".

Além disso, todas as pessoas que têm alguma tatuagem em homenagem a Daniele ou suas canções foram convidadas para um encontro às 21h30, em frente ao Castel dell'Ovo, o mais antigo castelo de Nápoles.

E nesta quinta-feira (5), haverá um evento na praça do Plebiscito, onde dois anos atrás aconteceu espontaneamente uma "Silent Party" ("festa silenciosa") em memória do astro. Às 21h, os fãs colocarão fones de ouvido para escutar as músicas mais amadas de Daniele.

As iniciativas foram organizadas por meio das redes sociais pelos fã clubes do artista, que continuam mantendo vivo seu legado. Considerado um dos cantores mais populares da Itália, Pino Daniele morreu em 4 de janeiro de 2015, aos 59 anos, vítima de insuficiência cardíaca. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA