Apesar de terrorismo, Louvre é museu mais visitado do mundo

MET, de Nova York, e British Museum, de Londres, fecham TOP3

Mesmo com risco de ataques, Louvre não perde a liderança de museus mais visitados (foto: ANSA)
14:44, 29 MarROMA ZGT

(ANSA) - Apesar do medo de ataques terroristas e de registrar uma queda de 1,2 milhão de visitantes, o icônico museu do Louvre, em Paris, ainda mantém o posto de museu mais visitado do mundo, segundo pesquisa divulgada pelo "Giornale dell'Arte" ("The Art Newspaper").

A instituição francesa registrou 7,4 milhões de visitantes em 2016 (contra 8,6 milhões em 2015), ficando à frente do nova-iorquino Metropolitan Museum of Art (MET), com sete milhões, e do britânico British Museum, com 6,4 milhões de visitantes.

A queda no número de turistas no local vem caindo desde 2014, quando Paris enfrentou seu primeiros atentados terroristas. Desde então, o setor do turismo vem sofrendo com constantes quedas nos números. Mesmo assim, eles se mantêm em um número altíssimo na comparação mundial.

A National Gallery, de Londres, subiu para a quarta colocação do ranking, com 6,2 milhões de visitantes, enquanto os Museus Vaticanos caíram para quinto, recebendo pouco mais de seis milhões de pessoas.

Ainda no TOP10, estão o Tate Modern de Londres (5,8 milhões), Nacional Palace de Taipé (4,6 milhões), National Gallery of Art de Washington (4,2 milhões), Hermitage de São Petersburgo (4,1 milhões) e o Reina Sofia de Madri (3,6 milhões).

O primeiro museu italiano que aparece na lista é a Galleria degli Uffizi, em Florença, que recebeu pouco mais de dois milhões de visitantes em 2016.

Entre os museus italianos, o que chamou mais a atenção foi o Reggia di Venaria Reale, que fica em Piemonte. A instituição foi a quinta mais visitada do país no ano passado, com mais de um milhão de visitantes, sendo que no ano anterior ocupava a 10ª posição entre as entidades do "Belpaese". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA